Política

Quatro vacas dois rebanhos | Xico Simonini

Alienado? Coisificado? Massificado? Não, absolutamente, não! Não adianta gastar vela com mau defunto! Não adianta gastar Filosofia com mau pensador. Melhor no popular mesmo: Imbecil! Babaca! Idiota!

 Pois então, qual a razão pela qual certas pessoas assumem posições que nada, absolutamente, nada, têm a ver com a sua posição na sociedade? Claro, lógico e evidente por ter o cérebro afetado pela Imbeci-logia… Babaca-logia… Idiota-logia… A Vaca traindo o Leiteiro pra transar com o Açougueiro.

Assim, eis do Rebanho, uma primeira Vaca: 

Na Universidade Federal, obteve graduação com nadica de nadica de mensalidade. Concluiu o mestrado com significativa bolsa da Capes. Voando até a Inglaterra, se doutorou e se pós-doutorou com outra significativa bolsa do CNPq e bota significativa nisto daí. Transformou-se em professor de Universidade Federal. Brota, então, a pergunta que não quer calar: 

Em quem mesmo esta Vaca Imbecil… Babaca… Idiota… Votou? Em quem mesmo, hein? 

Assim, eis do Rebanho, uma segunda Vaca: 

Reles funcionário do Banco do Brasil gritou Fora Dilma! Aplaudiu o golpe! Berrou Mito! Mito! E, agora, diante do fantasma da privatização, o Imbecil, o Babaca, o Idiota tá com o corrugado trancado! Não passa nem pum! Nem daqueles mais delicados, triviais e comezinhos. Brota, então, a pergunta que não quer calar: 

Em quem mesmo esta Vaca Imbecil… Babaca… Idiota… Votou? Em quem mesmo, hein? 

Assim, eis do Rebanho, uma terceira Vaca. 

Funcionários dos Correios, apavorados, aterrorizados, angustiados e borrados, em verdadeira guerra contra a privatização daquela exemplar Estatal. É pra chorar? É pra rir? Ou é pra atingir o mais alto grau de satisfação sexual? A sugestão de um Esquerdopata: Esbravejem o Fora Dilma! Queimem a bandeira dos PeTralhas! Gritem Agora é Bolsonaro! Bolsonaro, o Mito! Brota, então, a pergunta que não quer calar: 

Em quem mesmo esta Vaca Imbecil… Babaca… Idiota… Votou? Em quem mesmo, hein?

Assim, eis do Rebanho, uma quarta Vaca. 

Você mugiu o Fora Dilma! Apoiou o Golpe! Odiou o PT! Sabia? Pela primeira vez na História metade da população, em idade de trabalhar, está fora do mercado de trabalho. Desemprego recorde e uma pergunta: Cê tá em qual metade mesmo, hein? Brota, então, a pergunta que não quer calar:

Em quem mesmo esta Vaca Imbecil… Babaca… Idiota… Votou? Em quem mesmo, hein?

Então, de Mugido em Mugido… De Vaca em Vaca… De Rebanho em Rebanho… Anotem aí, Imbecis… Babacas… Idiotas… Quem está coberto de razão é o Cacique Yanomami Rahoni, expressando-se na sua materna língua: “Todos Xauara! Todos aqueles que têm o Pensamento Adormecido”. 

Pois então, Xauaras! Excelente qualificativo para Vacas e Rebanhos que, entre o Leiteiro e o Açougueiro, preferiram transar com o Açougueiro, nascendo, deste transar, atos de fazerem inveja ao Marquês de Sade. 

Tudo isto acompanhado das devidas desculpas às Vacas e aos Rebanhos de verdade. Puros… Inocentes… Mansos… Dóceis…

 

 

Francisco Simonini da Silva (Xico Simonini)  nasceu em Viçosa, MG, no dia 18 de novembro de 1941. Em sua cidade natal, em Belo Horizonte (MG), Florestal (MG), Pará de Minas (MG), Divinópolis (MG), Piracicaba (SP), Assis (SP), Primeiro de Maio (PR), Juiz de Fora (MG), Cataguases (MG), Ponte Nova (MG) e, recentemente em Santo Antônio de Pádua (RJ) construiu sua trajetória de professor e administrador do sistema educacional, além de marcante atuação na imprensa e na militância político-partidária. Aposentou-se como professor-adjunto na Universidade Federal de Viçosa (UFV), onde exercia suas funções no Departamento de Educação, do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes. Vem atuando, há mais de cinquenta anos, no sistema educacional público e privado (da educação infantil à pós-graduação), no ensino, pesquisa, extensão e administração. Por iniciativa individual ou coletiva participou da fundação de uma dezena e meia de escolas e cursos em todos os níveis. Sua trajetória é marcada por vigorosa atuação política, partidária e sindical e em campos diversos, como músico, desportista, comentarista esportivo, escritor, poeta, chargista e responsável pela publicação do semanário viçosense “Muzungu”.

Qual é a sua reação?

Gostei
1
Adorei
4
Sem certezas
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Próximo Artigo:

0 %