ANO 9 Edição 97 - Outubro 2020 INÍCIO contactos

Lino Mukurruza


Poemas    

SMOKING

o poema precisa morar por dentro
onde a janela da foz não desperte a água
precisa saber o barco a dança
a onda o ritmo
precisa gingar ondulado na caligrafia do fogo
precisa florir por dentro a elegância do átomo
e vestir-se da maré e da fragrância das conchas
onde no transpiradeiro do poema germina a palavra
e definitivamente
o poema precisa sair de dentro para a palma da rua

 

 

 

 

 

 

 

DEPOIS DA SOLIDÃO É AGORA

e agora desço sobre o vagar das coisas
como por exemplo:
alguma fruta que se rói, destrói  
como a carne humana que se decompõe
na composição do átomo do pó
ou ainda um cadáver que come os ossos dos olhos
até o infinito com covas eternas a olharem por dentro
a composição do cérebro vazio do fogo

e agora?
vens que o tempo consegue segredar-te
a esfinge histórica de um humano de verdade?
um humano urdido por outro humano embuçado 
a menos humano
ou  um arqueólogo no ofício da sombra
e no vestígio sustida na algibeira do poema
 

 

 

 

 

 

NA PALMA DO TÉDIO

(ao Ricardo Santos)

 

esvaeço a rua e os muros
onde
ainda pretendo experimentar a rua e os muros
de cada vez tremo com a energia dos dentes e gengivas sangradas
onde na imagem que espreito o março histórico descreve-se por exemplo:
a rua
a rua dos lugares onde os pássaros experimentam a veemência
a rua das latitudes e dos voos
a rua das asas e do rumor na base do fumo
com o qual deduzimos o fim da cidade
dos muros
e dos muros
pretendo terminar a face que prevalece o ódio que engaiola-te devagar
e terminar com a bomba atómica que ajusta a saudade do abraço e do beijo
onde o desejo é o único esconderijo da carne da lâmina e do fogo em cinzas

 

 

LINO MUKURRUZA. Lichinga – Quelimane (Maio, 1989). Publicou: Vontades de partir e outros desejos (FUNDAC, 2014) e Almas em tacitas (LUA DE MARFIM, 2015). Licenciado em Ensino de Língua Portuguesa pela Universidade Pedagógica de Moçambique.

TOP ∧

Revista InComunidade, Edição de Outubo de 2020


FICHA TÉCNICA


Edição e propriedade: 515 - Cooperativa Cultural, ISSN 2182-7486


Rua Júlio Dinis número 947, 6º Dto. 4050-327 Porto – Portugal


Redacção: Rua Júlio Dinis, 947 – 6º Dto. 4050-327 Porto - Portugal

Email: geral@incomunidade.com


Director: Henrique Dória       Director-adjunto: Jorge Vicente


Revisão de textos: Filomena Barata e Alice Macedo Campos

Conselho Editorial:

Henrique Dória, Cecília Barreira, Clara Pimenta do Vale, Filomena Barata, Hirondina Joshua, Jorge Vicente, Loreley Haddad de Andrade, Maria Estela Guedes, Myrian Naves


Colaboradores de Outubo de 2020:

Henrique Dória, Adán Echeverria, Adelto Gonçalves, Adriano B. Espíndola Santos, Adrian’dos Delima, Álvaro Alves de Faria, Álvaro José Silva, Ana Mafalda Leite, Angela Maria Zanirato Salomão, Antônio Roberto Gerin, Antônio Torres, Caio Junqueira Maciel, Carlos Barbarito, Carlos M. Luis, Carlos Eduardo Matos, Cecília Barreira, Cláudio B. Carlos, Cruzeiro Seixas, Eurico Gonçalves ; Dalila d’Alte, org., Dalila d’Alte, Danyel Guerra, Dario Silva, Dennis Ávila Vargas, Deusa d’África, Elisa Scarpa, Fernando Andrade, Francisco Aurelio Ribeiro, Hang Ferrero, Hermínio Prates, João Almino, Lahissane, Lalau Simões, Leila Míccolis, Leonardo Almeida Filho, Lino Mukurruza, Marco Antonio, Maria de Lurdes da Fonseca Marques, Marinho Lopes, Moisés Cárdneas, NILMA LACERDA, Osvaldo Spoltore; Rolando Revagliatti, entrevista, Otildo Justino Guido, Ricardo Ramos Filho, Robson Deon, Sebastián Rivero, Textos, Tiago Rabelo, Tony Marcelo Gomes de Oliveira, Vítor Burity da Silva, Waldo Contreras López, Wilson Alves-Bezerra


Foto de capa:

EDVARD MUNCH, 'Perto do leito da morte (febre)', 1915.


Paginação:

Nuno Baptista


Os artigos de opinião e correio de leitor assinados e difundidos neste órgão de comunicação social são da inteira responsabilidade dos seus autores,

não cabendo qualquer tipo de responsabilidade à direcção e à administração desta publicação.

2014 INCOMUNIDADE | LOGO BY ANXO PASTOR