ANO 9 Edição 96 - Setembro 2020 INÍCIO contactos

Myrian Naves, org.; arrudA


Sobre os “Fragmentos de uma canção impossível” e 3 poemas, de arrudA    

LANÇAMENTO BRASILEIRO
Myrian Naves,
pelo conselho editorial

 

 

“Fragmentos de uma canção impossível”, detalhe de capa.
(Editora Patuá, 2020, 96 páginas)

 

O poeta arrudA lança seu quinto livro, “Fragmentos de uma canção impossível”

O livro traz 50 poemas inéditos e foi contemplado pelo Proac de produção e publicação de obras de poesia de 2019 do Estado de São Paulo

         50 poemas inéditos divididos em sete partes, “Fragmentos de uma canção impossível” é o quinto livro do poeta e compositor paulistano arrudA e foi contemplado pelo Proac Produção e Publicação de Obras de Poesia /2019.

A obra dá sequência à parceria do autor com a Editora Patuá, que começou em 2014. Além de dois livros de sua autoria, “A representação Matemática das Nuvens” (2014) e “Topografia das Ondas” (2017), a Patuá também editou em 2019, com organização de arrudA, as obras completas da poeta Eunice Arruda (1939-2017), sua mãe: “Visível ao Destino - Obra Completa”. Também anunciado e publicado pela revista InComunidade. Anteriormente, arrudA publicou “As menores distâncias podem levar uma vida” (Selo Edith, 2010) e “23 Poemas de arrudA“ (Coletivo Dulcineia Catadora,  2012).

 
Reúne 50 poemas, divididos em sete partes - com sete poemas em cada seção - e um poema prólogo. Arte gráfica de Gabriel Marcondes Egestos, a arte da capa se fragmenta em oito ícones, que abrem cada parte do livro. O prefácio é da artista plástica Lucia Rosa, criadora e coordenadora do Coletivo Dulcineia Catadora. Em suas considerações finais, resume bem o conceito da obra:

“Um após o outro, os poemas descartam certezas, geram indagações, jogam com a dúvida. Os 50 poemas, com uma simplicidade aparente ao leitor desavisado, induzida por versos curtos e linguagem sintética, direta, enxuta, escondem complexidade e profundidade imensas. Com um encadeamento perfeito entre forma e conteúdo, arrudA é autor de poemas verdadeiros. Nas palavras de Bachelard: ‘O verdadeiro poema desperta um invencível desejo de ser relido. Tem-se imediatamente a impressão de que a segunda leitura nos dirá mais que a primeira. E a segunda leitura – à grande diferença de uma leitura intelectualista – é mais lenta que a primeira. É uma leitura recolhida. Nunca terminamos de sonhar o poema, nunca terminamos de pensá-lo’. Esta é a maior riqueza de “Fragmentos de uma Canção Impossível”, um livro inesgotável, que pede várias leituras para ser bem escutada” (Lúcia Rosa)

 

Para a divulgação do livro nas redes sociais, foram desenvolvidos sete vídeos-poemas - um para cada sessão do livro. A parte musical conta com criação e execução da cantora e compositora Lígia Kamada. A concepção e a produção dos vídeos são de Gabriel Marcondes Egestos, com captação de imagem de Luisa Bagop em três dos vídeos.

 

 

arrudA

 

Sobre o autor

arrudA, poeta e compositor brasileiro, natural de São Paulo (SP), atualmente reside na cidade de Monteiro Lobato (SP).

         Em sua trajetória artística, o autor mantém uma ligação muito próxima com a música, assinando parcerias com diversas compositoras e compositores, como Alzira E, Peri Pane, Lucina, Luhli, Marcia Castro, Zélia Duncan, Zeca Baleiro, Tatá Aeroplano, Lígia Kamada, Meno Dell Pichia, Selma Boragian, Pipo Pegoraro, Bárbara Eugênia, Jerry Espíndola, Anelis Assumpção, Iara Rennó, Gustavo Galo, Daniel Medina, Dani-Vi, Marcelo Dworecki, Ivan Gomes, Marina Beraldo Bastos, Helô Ribeiro, Caio Chiarini, Helena Bardari, Luiz Waack, Lê Coelho, Allen Alencar.

         Em dois discos, “Alzira E” (DuncanDiscos/2007), “Pedindo a Palavra” (2010) - assina todas as parcerias com Alzira E -  a dupla tem canções interpretadas  por Ney Matogrosso, Zélia Duncan, Virgínia Rodrigues, Maria Alcina, Fabiana Cozza, Trupe Chá de Boldo e Soledad.

         Ao lado de Peri Pane, criou o projeto "Canções Velhas Para Embrulhar Peixes" - disco e espetáculo de música e poesia, onde são acompanhados dos músicos Marcelo Dworecki, Otávio Ortega, Marina Beraldo Bastos e Daniel Xingu.  Participam dos CDs, as cantoras e compositoras Alzira E, Marcia Castro e Lucina.

Em 2019, foi convidado pelo maestro Tiago Pinheiro para participar da concepção e apresentação do concerto “Música Líquida”, do Coral Jovem do Estado de São Paulo, com apresentações no Theatro São Pedro e no teatro da Cultura Francesa.

A poesia em
Fragmentos de uma canção impossível, de arrudA

 

Três poemas do novo livro do poeta arrudA: “Fragmentos de uma canção impossível” e vídeo-poema.

 

Poema 1

 

as cartas chegavam
quase todos
os dias
as cartas e os livros
05125-070
um cachorro para
aquecer os pés sob
a escrivaninha
quase todos os dias
os cheiros
das paisagens
os traços fortes
as letras frágeis
não fosse
o telhado que
ameaçava desabar
a cada chuva
de verão
as cartas chegavam
quase todos os dias
e aquela fenda
se alargando no chão
seríamos felizes
como um postal

do pão de açúcar

 

 

 

 

Poema 2

 

explodimos com
as estrelas
nos espalhamos
em milhares
acendemos com
os quasares
nos perdemos
nos detalhes
de tão raros
e improváveis
explodimos com
as estrelas
dançamos

até mais tarde

 

poema 3

 

escute
os murmúrios
destes rios
soterrados
não morrem
nunca
não morra
ainda
escute
os murmúrios
destes rios
soterrados
mesmo
sem ter
para onde
eu te convido
a molhar os pés
escute
os murmúrios
destes rios
soterrados
não morrem
nunca
não morra
ainda

escute

 

Sobre o vídeo:

 

Fragmentos 1 - “Explodimos com as estrelas” - faz parte do lançamento virtual do meu livro " Fragmentos de uma canção impossível" - arrudA - Ed. Patuá - com prefácio de Lucia Rosa.

O Vídeo-poema tem parceria musical com Ligia Kamada, filmagem de Luisa Bagope, com concepção e edição de Gabriel Marcondes Egestos, que também assina a arte gráfica do livro.
  
Projeto contemplado pelo PROAC Produção e Publicação de Obras de Poesia 2019

 

arrudA, poeta e compositor brasileiro, natural de São Paulo (SP), atualmente reside na cidade de Monteiro Lobato (SP).  Em sua trajetória artística, o autor mantém uma ligação muito próxima com a música, assinando parcerias com diversas compositoras e compositores brasileiros.

Além de dois livros de sua autoria, “A representação Matemática das Nuvens” (2014) e “Topografia das Ondas” (2017), a Patuá também editou em 2019, com organização de arrudA, as obras completas da poeta Eunice Arruda (1939-2017), sua mãe: “Visível ao Destino - Obra Completa”. Também anunciado e publicado pela revista InComunidade. Anteriormente, arrudA publicou “As menores distâncias podem levar uma vida” (Selo Edith, 2010) e “23 Poemas de arrudA“ (Coletivo Dulcineia Catadora,  2012).  “Fragmentos de uma canção impossível” é o livro em lançamento.

TOP ∧

Revista InComunidade, Edição de Setembro de 2020


FICHA TÉCNICA


Edição e propriedade: 515 - Cooperativa Cultural, ISSN 2182-7486


Rua Júlio Dinis número 947, 6º Dto. 4050-327 Porto – Portugal


Redacção: Rua Júlio Dinis, 947 – 6º Dto. 4050-327 Porto - Portugal

Email: geral@incomunidade.com


Director: Henrique Dória       Director-adjunto: Jorge Vicente


Revisão de textos: Filomena Barata e Alice Macedo Campos

Conselho Editorial:

Henrique Dória, Cecília Barreira, Clara Pimenta do Vale, Filomena Barata, Hirondina Joshua, Jorge Vicente, Loreley Haddad de Andrade, Maria Estela Guedes, Myrian Naves


Colaboradores de Setembro de 2020:

Henrique Dória, Adelto Gonçalves, Alejandra Correa ; Rolando Revagliatti, entrevista, Álvaro Alves de Faria, Antônio Torres, Bárbara Lia, Beatriz Aquino, Caio Junqueira Maciel, Carlos Eduardo Matos, Carlos Pessoa Rosa, Cecília Barreira, Clécio Branco, Danyel Guerra, Edna Bueno, Faysal Rouchdi, Federico Rivero Scarani, Fernando Andrade, Fiori Esaú Ferrari, Guilherme Preger, Henrique Dória, Jaime Munguambe, José Eduardo Degrazia, Lau Siqueira, Leila Míccolis, Leonardo Almeida Filho, Luís Correia Mendes, Mabanza Xavier Esteves Kambaca, Marinho Lopes, Miguel Ângelo, Milton Lourenço, Myrian Naves, Myrian Naves, org.; arrudA, Nilma Lacerda, Rafael Flores Montenegro, Rafael Rocca dos Santos, Ricardo Ramos Filho, Ronaldo Cagiano, Ronaldo Werneck


Foto de capa:

HIERONYMUS BOSCH, 'Cutting the stone' (circa 1494)


Paginação:

Nuno Baptista


Os artigos de opinião e correio de leitor assinados e difundidos neste órgão de comunicação social são da inteira responsabilidade dos seus autores,

não cabendo qualquer tipo de responsabilidade à direcção e à administração desta publicação.

2014 INCOMUNIDADE | LOGO BY ANXO PASTOR