ANO 9 Edição 96 - Setembro 2020 INÍCIO contactos

Bárbara Lia


Dois poemas    

  Por um segundo

 

As rosas falam?
É o tempo que passa?
Ou nós que passamos?
Ainda procuro o fio do infinito

 

Os que se dizem religiosos
Deblateram contra este tempo
Obcecados por sexo e cor da roupa
Obcecados pelo corpo sensorial

 

Esqueceram a lição das estrelas
O sol cobre cada um
Sem discriminar

 

Esqueceram-se do nada
Que somos
- Pó que volta ao pó –
Eterno nada
Matéria frágil
Zona de conforto dos vermes

Incapaz de sustentar o tempo
Esqueceram a beleza do invisível
E das horas raras em que –
Olhos cerrados -
De frente para o mistério
Por um segundo
Compreendemos
O Mundo

 

O canto do pássaro
Que acorda minhas manhãs
Ensina-me bem mais
Que estes gritos inócuos

 

Ontem entristeci ao pensar
Nos meninos do morro
Assassinados

 

Sei que estes meninos que morreram
Com um tiro nas costas
E tombaram sem dizer adeus
Migraram para dentro destes passarinhos

 

Eles vêm me dizer nas manhãs
Que querem que o dia seja longo
Muito longo
Bem diferente de suas vidas
Bem acima do chão que os tornou alvo
Bem colados ao vidro espiando o meu sono

 

Sono de poeta triste, que nunca terá respostas
Mas acordará em todas as manhãs
Com o desejo de sentir de novo
A suave sensação de quem
Por um segundo
Entendeu o mundo

 

 

**

 

 

 

 

 

 

Voy a dormir, nodriza mía, acuéstame.
Ponme una lámpara a la cabecera;
una constelación; la que te guste

Alfonsina Storni

 

Penso em um lençol-mar
Penso atirar-me de um rochedo
Penso morar em uma casa de vidro
Uma luz amorável cria outra cena:
“Stamos em pleno mar”: eu e você
Peixes ao redor (sedentos de tua luz)
Qual eu, sedenta da tua brancura espumada
Que alça ao meu lado na leveza da água
Esta placenta azul nos enlaça
A luz do sol tudo rasga e nos toca – Nus -
Corais e toda flora e raros peixes a nos seguir
Súbito, uma gruta silenciosa te devora
E te esconde do exército marinho que te segue
Acordo, líquida. Os peixes azuis do travesseiro
Agora estão pálidos, pálidos
Brancos de angústia pela tua ausência

 

Bárbara Lia

Dois poemas do livro inédito – La Libertad

 

 

Bárbara Lia – Poeta, Escritora e Professora de História.
Vive em Curitiba.
Publicou vários livros, entre eles: O sorriso de Leonardo (2004), O sal das rosas (2007), A última chuva (2007), Solidão Calcinada (2008), A flor dentro da árvore (2011), Respirar (2014), Forasteira (2016), As filhas de Manuela (2017), Não o convidei ao meu corpo (2018). 
Destaque em vários prêmios literários, entre eles: Prêmio SESC de Literatura, Concurso Nacional de Poesia “Helena Kolody”, Prêmio EDUFES, Prêmio Cataratas, Concurso Nacional de Contos Newton Sampaio, Prémio Fundação Eça de Queiroz (Portugal).

Integrou Antologias Nacionais e Internacionais, entre elas: Amar – Verbo Atemporal (Rocco - 2013), Fantasma Civil (Bienal de Curitiba 2013), H2Horas (Cronópios/Dulcineia Catadora), As Mulheres Poetas na Literatura Brasileira, org. Rubens Jardim, A Arqueologia da Palavra e a anatomia da Língua (Literatas – Maputo), Relevo – 5 anos (publicação Relevo), Blasfêmas – Mulheres de Palavras (Casa Verde Ed.), O Melhor da Festa 3 (Festipoa/Casa Verde), Carnavalhame edição nº 3.

TOP ∧

Revista InComunidade, Edição de Setembro de 2020


FICHA TÉCNICA


Edição e propriedade: 515 - Cooperativa Cultural, ISSN 2182-7486


Rua Júlio Dinis número 947, 6º Dto. 4050-327 Porto – Portugal


Redacção: Rua Júlio Dinis, 947 – 6º Dto. 4050-327 Porto - Portugal

Email: geral@incomunidade.com


Director: Henrique Dória       Director-adjunto: Jorge Vicente


Revisão de textos: Filomena Barata e Alice Macedo Campos

Conselho Editorial:

Henrique Dória, Cecília Barreira, Clara Pimenta do Vale, Filomena Barata, Hirondina Joshua, Jorge Vicente, Loreley Haddad de Andrade, Maria Estela Guedes, Myrian Naves


Colaboradores de Setembro de 2020:

Henrique Dória, Adelto Gonçalves, Alejandra Correa ; Rolando Revagliatti, entrevista, Álvaro Alves de Faria, Antônio Torres, Bárbara Lia, Beatriz Aquino, Caio Junqueira Maciel, Carlos Eduardo Matos, Carlos Pessoa Rosa, Cecília Barreira, Clécio Branco, Danyel Guerra, Edna Bueno, Faysal Rouchdi, Federico Rivero Scarani, Fernando Andrade, Fiori Esaú Ferrari, Guilherme Preger, Henrique Dória, Jaime Munguambe, José Eduardo Degrazia, Lau Siqueira, Leila Míccolis, Leonardo Almeida Filho, Luís Correia Mendes, Mabanza Xavier Esteves Kambaca, Marinho Lopes, Miguel Ângelo, Milton Lourenço, Myrian Naves, Myrian Naves, org.; arrudA, Nilma Lacerda, Rafael Flores Montenegro, Rafael Rocca dos Santos, Ricardo Ramos Filho, Ronaldo Cagiano, Ronaldo Werneck


Foto de capa:

HIERONYMUS BOSCH, 'Cutting the stone' (circa 1494)


Paginação:

Nuno Baptista


Os artigos de opinião e correio de leitor assinados e difundidos neste órgão de comunicação social são da inteira responsabilidade dos seus autores,

não cabendo qualquer tipo de responsabilidade à direcção e à administração desta publicação.

2014 INCOMUNIDADE | LOGO BY ANXO PASTOR