ANO 5 Edição 82 - Julho 2019 INÍCIO contactos

Clara Baccarin


Seis poemas    

Se eu pudesse explicar com palavras
o furacão do meu peito.
Se eu pudesse desenhar,
dar bons exemplos.
Se eu pudesse esquematizar,
facilitar o que até eu não entendo...


Do não dito, do aparentemente impossível,
eu juro, não dou mais nenhum pito!
Eu só posso me expor nos sentidos,
longe dessas palavras que agrupam mentiras,
medem os passos e os atritos.


Se eu pudesse explicar o que sinto,
eu apenas diria: observe essa risada
depois do vinho, esse grito de alívio,
esse descontrole maldito,
esse momento indeciso
e essas palavras que duvidam.

 

 

 

 

 

 

vulcânicas


mulheres vulcânicas
são montanhas monásticas
solos férteis desenvolvendo
pacientes liquens
e pedras meditativas


mulheres vulcânicas
têm o pavio a perder de vista
silenciosas, equilibradas,
acomodadas em suas inquietas
(e bem educadas)
placas tectônicas


mulheres vulcânicas
quase nem soltam fumaça
observam o céu,
os passos curiosos,
as mãos aventureiras
que ousam jogar
pedras e gravetos
em suas grutas
e alimentam a sopa
efervescente 
de sua linfa vermelha


mulheres vulcânicas
– por dias e anos
–por trevas e luzes
são serenas
até que 
explodem
em lavas, lágrimas e raivas
por todos os mundos

 

 

 

 

 

 

você esquece que somos carbono
que o que há no solo, na folha seca,
na concretização da ideia
nos constitui
nos assemelha

 

você esquece que nos nossos corpos
gasosos não existe
o sim e o não
o antes e o depois
o fora e o dentro
o eu e o outro

 

você esquece que saudade
não é posse ou apego
é cheiro
é fome de vibração

 

você finge não perceber
que no percurso do fundo ao raso
minha molécula de hidrogênio
contaminou o seu neurotransmissor

 

 

 

 

 

 

não adianta, meu bem,
oceanos não cabem
em represas


transbordei

 

 

 

 

 

 

há rochas que o sofrimento não esculpe
presas nas marés de um déjà vu eterno
regurgitando as próprias dores
que lhes servem de persona
para poluir os dias
com significados latentes
e as águas lhes atravessam
sem carregar os lodos
entram e retornam
constantemente
incapazes de
desconstruir
os interiores

 

 

 

 

 

 

desritos

 

faltou um aceno que fosse
uma porta que fechasse
um trem que partisse


mesmo em sonho...


faltou uma frase que não veio
uma frieza que não houve
um cansaço que absolvesse


faltou um rito qualquer de morte
um grito que anunciasse passagem
uma lágrima de sensatez 
umas sombras que significassem
esses, agora, secos ecos
desse momento vácuo


ficaram as janelas
tontamente abertas
e o sol ingenuamente 
me adentrando 
os dias

 

Clara Baccarin é poeta do interior paulista. Formada em Letras e mestre em Estudos Literários pela Unesp, publicou os livros: “Castelos Tropicais” (romance, Editora Chiado), “Instruções para Lavar a Alma” (poesia, publicação independente) e “Vibração e Descompasso” (crônicas, Editora Laranja Original). Seu livro “Instruções para Lavar a Alma” recebeu o prêmio Guarulhos de Literatura 2017. Em maio de 2019, lançou seu segundo livro de poemas, “Vísceras” (Editora Patuá), contemplado com o edital de poesia do ProaC.

TOP ∧

Revista InComunidade, Edição de Julho de 2019


FICHA TÉCNICA


Edição e propriedade: 515 - Cooperativa Cultural, ISSN 2182-7486


Rua Júlio Dinis número 947, 6º Dto. 4050-327 Porto – Portugal


Redacção: Rua Júlio Dinis, 947 – 6º Dto. 4050-327 Porto - Portugal

Email: geral@incomunidade.com


Director: Henrique Dória       Director-adjunto: Jorge Vicente


Revisão de textos: Filomena Barata e Alice Macedo Campos

Conselho Editorial:

Henrique Dória, Alice Macedo Campos, Cecília Barreira, Clara Pimenta do Vale, Filomena Barata, Jorge Vicente, Maria Estela Guedes, Maria Toscano, Myrian Naves


Colaboradores de Julho de 2019:

Henrique Prior, Conselho Editorial, A. M. Pascal Pia ; Federico Rivero Scarani, trad., Adán Echeverría, Adelto Gonçalves, Adriane Garcia, Sérgio Fantini, Tadeu Sarmento, Atanasius Prius, Caio Junqueira Maciel, Clara Baccarin, Eduardo Madeira, Fábio Bahia, Federico Rivero Scarani, Francisco Gomes, Henrique Dória, Hermínio Prates, Indirá Camotim, Jean Sartief, Jennette Priolli, José Arrabal, Leandro Rodrigues, Leila Míccolis, Leonardo de Magalhaens, Luiz Eduardo de Carvalho, Marinho Lopes, Moisés Cárdenas, Nagat Ali, Ngonguita Diogo, Nireu Cavalcanti, Osvaldo Ballina ; Rolando Revagliatti, entrevista, Ricardo Ramos Filho, Roberto Dutra Jr., Waldo Contreras López, Wanda Monteiro


Foto de capa:

PAUL GAUGUIN, 'Two Tahiti women', 1899


Paginação:

Nuno Baptista


Os artigos de opinião e correio de leitor assinados e difundidos neste órgão de comunicação social são da inteira responsabilidade dos seus autores,

não cabendo qualquer tipo de responsabilidade à direcção e à administração desta publicação.

2014 INCOMUNIDADE | LOGO BY ANXO PASTOR