ANO 5 Edição 80 - Maio 2019 INÍCIO contactos

arrudA


Poemas de arrudA: 5 poemas publicados e 2 inéditos    

1

 

 

enterrei
meu coração
numa praça
não escuto mais
os latidos
educados
dos cães de raça
coreto soterrado
organizo saraus
de vermes
aos sábados
domingos
e feriados
enterrei
meu coração
numa praça
quando
se der falta
encoste
o seu ouvido
delicado
nessa grama gasta
enterrei
meu coração
numa praça
tomara

 

que nasça

 

Poema do livro: "As menores distâncias podem levar uma vida” (Selo Edith/2010 - Musicado por Gutavo Galo, com o nome "Tomara" no CD ASA - https://www.youtube.com/watch?v=jNK8U-AHs5s

 

 

 

 

 

 

2

 

 

domingo é dia de visita
poetas penteiam o cabelo
no sétimo dia há tempos que eu não apareço esse domingo eu venho vou comprar um frango assado
e uma coca-litro o assunto acaba logo mas vai depender do tempo não é bom se visitar em dia  de chuva pode chover muito salgado
da última vez que me visitei 
fez sol o pátio estava bonito  folhas secas no chão
tapete estendido esperando mas houve um setembro em que eu me perdi o pátio ficou triste a vergonha sozinha
os cabelos penteados
para ninguém

 

Poema do livro: "As menores distâncias podem levar uma vida” (Selo Edith/2010)

 

 

 

 

 

 

3

 

 


enquanto isso
nos trópicos
amores platônicos
e outros
psicotrópicos
com gosto
de lágrima
e efeitos
ópticos
enquanto isso
nos trópicos
tipos comuns
e outros tipos
exóticos
em busca
de algum
aquela cara metade
saudade
de sentir
saudade
enquanto isso
você pensa que é noite
enquanto o sol
ainda

 

arde
Poema do livro: "As menores distâncias podem levar uma vida” (Selo Edith/2010 - Gravado como intervenção poética na Canção Sambinnha [ Peri Pane / arrudA ] , no CD Canções Velhas Para Embrulhar Peixes - Vol. 1
https://www.youtube.com/watch?v=dNmATcxILp4

 

 

 

 

 

 

4

 

 


sou demasiadamente lírico
chego a acreditar
que se caminharmos juntos
até o final de um poema
avistaremos o mar

 

 

 

Poema do livro " A representação matemática das nuvens" - Ed. Patuá - 2015 - Gravado no CD Canções Velhas Para Embrulhar Peixes - Vol. 3 - Faixa 1 https://www.youtube.com/watch?v=qMHrN51qaVE

 

 

 

 

 

 

5

 

 

um rio me atravessa
o mesmo rio

 

que molha de sal
o teu rosto

 

um rio me atravessa
em carne viva

 

até o osso

 

um rio me atravessa
um rio me transborda

 

o que não cabe em nós
as nuvens

 

tem de sobra

 

 

 

Poema do livro " Tipografia das ondas" Ed. Patuá - 2017
Gravado no CD Canções Velhas Para Embrulhar Peixes - Vol. 3 - Faixa 1 https://www.youtube.com/watch?v=qMHrN51qaVE

 

 

 

 

 

 
2 poemas inéditos

 

 

 

1

 

 

Tão longe de casa que escolhemos pra morar
Esse lugar que não nos escolhemos
são salas de chaves todas trocadas e das janelas duas luas
pandora e prometheus

 

pastoreiam entre tantas febres mas sempre há
Phoebe - a lua retrógrada- a nos espiar pela fechadura

 

teu sorriso é que insiste em me provar o contrário
esse é o lugar para se beber do bom vinagre. Um brinde de taças frágeis

 

Claro tem quando bate aquela saudade do brilho perfumado das estrelas explodindo indo ainda adolescentes morrer em luz anos luz daqui

 

só pra gente deitar no preto da noite de barriga pra cima naquele longe sem eletricidade que eu te falei um dia

 

travesseiro de penas pra isso
nesse longe tão sem lugar
mundinho pequeno você diz

 

Prefiro ficar no aperto da minha Pionerr 11 voando em círculos - sábado a noite me lembra tanto você - toda enfeitada de fragmentos

 

bem melhor do que aqui - pagando o aluguel que esquecemos de perguntar o preço antes de  vestirmos estes corpos

 

Naquela correria toda
deixei um monte de coisas lá e você
tem mais coisas lá do que no achados&perdidos do metrô – Estação Sé - uma coisa bem metropolitana

 

Não combina com as cores gasosas que acabo de descobrir
Agora respire fundo.  Como quem fosse nascer

 

 

 

 

 

 

2

 

 


no seu batimento cardíaco
alucinado
um beija-flor
- tem a cor dos teus olhos
em dias de sol -
atravessa a janela
da cozinha
sobrevoa o escorredor
de louças
coluna vertebral
inoxidável
que dá vida e dignidade
para os meus dias
de silêncio
sem desespero
apesar dos batimentos
e da estabilidade
precária
dos póloss magnéticos
sai pela mesma janela
e as manhãs de outono se
adiantando em flores
de cactos
agora todas as canções
parecem aceleradas
demais

 

para o nosso amor

 

 

 

 

 

 

3.

 

 

um cometa troca de órbita
enquanto encaixamos  as nossas clavículas
tortas - um cachorro
que enterra seus ossos
sem conhecer a palavra futuro

 

 

 

Mino-bio, poeta arrudA
arrudA - Poeta/ Letrista/Performer - SP/SP
Livros publicados:
"As menores distâncias podem levar uma vida” (Selo Edith/2010); lançamento na Balada Literária, 2010
“23 Poemas de arrudA” (Coletivo Dulcineia Catadora/2012)- Lançamento na Casa das Rosas
“A representação matemática das nuvens” (Ed. Patuá/2014), Lançamento no Estúdio Lâmina / SP, além de Rio de Janeiro, Salvador.
"Topografias das ondas" - (Ed. Patuá/2017)

Parcerias musicais como poeta/letrista em CDs gravados com:
Alzira Espíndola, Peri Pane, Anelis Assumpção, Iara Rennó, Marcia Castro, Tatá Aeroplano, Jerry Espíndola, Lucina Carvalho, Gustavo Galo, Daniel Viana, Ligia Kamada, Meno Del Picchia, Selma Boragian, Bárbara Eugênia, Pipo Pegoraro.
Ao lado do artista Peri Pane, criou o projeto "Canções Velhas Para Embrulhar Peixes", que completou 10 anos em 2018, com o lançamento do  Volume 3.

Tem músicas [parcerias com Alzira E] gravadas por:
Ney Matogrosso, Zélia Duncan, Carlos Navas, Maria Alcina e Fabiana Cozza

TOP ∧

Revista InComunidade, Edição de Maio de 2019


FICHA TÉCNICA


Edição e propriedade: 515 - Cooperativa Cultural, ISSN 2182-7486


Rua Júlio Dinis número 947, 6º Dto. 4050-327 Porto – Portugal


Redacção: Rua Júlio Dinis, 947 – 6º Dto. 4050-327 Porto - Portugal

Email: geral@incomunidade.com


Director: Henrique Dória       Director-adjunto: Jorge Vicente


Revisão de textos: Filomena Barata e Alice Macedo Campos

Conselho Editorial:

Henrique Dória, Alice Macedo Campos, Cecília Barreira, Clara Pimenta do Vale, Filomena Barata, Jorge Vicente, Maria Estela Guedes, Maria Toscano, Myrian Naves


Colaboradores de Maio de 2019:

Henrique Dória, Adelto Gonçalves, arrudA, Caio Junqueira Maciel, Camila Ferrazzano, Carlos Barbarito, Cecília Barreira, Diniz Gonçalves Júnior, Elizabeth Hazin, Fernando Andrade, Frederico Klumb, Geraldo Oliveira Neto, Graciela Perosio ; Rolando Revagliatti, Heleno Álvares, Hermínio Prates, Humberto Guimarães, Ieda Estergilda de Abreu, Jacob Kruz, Jayme Reis; Myrian Naves, Jean Narciso Bispo Moura, José Manuel Morão, Leila Míccolis, Leonardo Almeida Filho, Leonardo Bachiega, Luiz Otávio Oliani, Marcelo Frota, Marinho Lopes, Matheus Guménin Barreto, Moisés Cárdenas, Myrian Naves, pelo Conselho Editorial., Noélia Ribeiro, Octavio Perelló, Waldo Contreras López, Wélcio de Toledo


Foto de capa:

FRANCESCO DEL COSSA e outros colaboradores, 'Maggio', 1468-1970.


Paginação:

Nuno Baptista


Os artigos de opinião e correio de leitor assinados e difundidos neste órgão de comunicação social são da inteira responsabilidade dos seus autores,

não cabendo qualquer tipo de responsabilidade à direcção e à administração desta publicação.

2014 INCOMUNIDADE | LOGO BY ANXO PASTOR