ANO 5 Edição 79 - Abril 2019 INÍCIO contactos

Mulherio das Letras


III Encontro Nacional do Mulherio das Letras no Brasil, em Rio Grande do Norte    

 

Pelo Mulherio das Letras: Rejane de Souza

 

O Rio Grande do Norte será a sede do III Encontro Nacional do Mulherio das Letras. A escolha do lugar ocorreu durante o II Encontro Nacional - realizado no início de Novembro na cidade de Guarujá, no estado de São Paulo. O nome de Natal, capital do Rio Grande do Norte, foi colocado pela escritora e idealizadora do Movimento Mulherio das Letras, Maria Valéria Rezende, ganhadora do Prêmio Jabuti de Literatura Infanto-juvenil, e foi aceito por unanimidade pelo público de mulheres presentes. Em cada Estado sede há uma coordenação que fica à frente do processo de organização do evento. No caso do RN, a coordenação geral ficou sob a responsabilidade de Rejane de Souza, que além de ter criado o Mulherio das Letras Nísia Floresta no RN, participou ativamente das três edições do Mulherio das Letras: I Encontro Nacional em 2017 no estado da Paraíba – Encontro Mulherio Nordeste em Recife e II Encontro Nacional do Mulherio em Guarujá. No entanto, além de Rejane também participaram do Mulherio outras escritoras e poetas potiguares, como Gilvania Machado, Jeaanne Araújo, Eliete Marry e Rizolete Fernandes. O III Encontro Nacional do Mulherio das Letras dem Natal/RN será nos dias 01, 02 e 03 de Novembro de 2019  na Cidade da Criança, espaço confirmado pelo Secretário de Cultura do Rio Grande do Norte, Crispiniano Neto (FJA), diante de uma articulação realizada por Rejane de Souza junto ao amigo, poeta e Coordenador de Projetos e Articulação Institucional da Fundação José Augusto. Aluizio Matias. A equipe de articulação de Natal/RN está composta assim:
1.      Rejane de Souza
2.      Gilvania Machado
3.      Eliete Marry
4.      Jeanne Araújo
5.      Carla Alves
6.      Claudete Roseno

 

Além do apoio do Mulherio de Paraíba, Recife, São Paulo e quem mais chegar...

 

CRIADO COLETIVO MULHERIO DAS LETRAS DE NÍSIA FLORESTA


A data de 29 de setembro de 2017 ficará na história da cidade com a criação do Coletivo Mulherio das Letras de Nísia Floresta. Embora essa iniciativa tenha já sido realizada em outros estados do Brasil, na região assume um valor singular tendo em vista tratar-se de uma cidade que tem toda simbologia feminina de lutas pelas causas das mulheres e das minorias, que a escritora Nísia Floresta representa. O evento contou com a presença da escritora e pesquisadora Udymar Pessoa e da professora, poeta e uma apaixonada por bibliotecas Ivaita Souza. As convidadas falaram de duas mulheres potiguares Nísia Floresta e Auta de Souza. As falas das palestrantes emocionaram o público feminino e reforçaram a necessidade do Estado e da cidade conhecer mais sobre as mulheres que marcaram através das ideias e atuação o valor que a mulher tem na sociedade.  A idealizadora do evento, professora Rejane Souza, disse que está muito feliz com  a criação do Coletivo e  que uma agenda já está sendo pensada para novos ciclos de palestras. Além de convidados e equipe da Biblioteca Comunitária Dona Mariinha, o evento contou com a presença da amiga, parceira e Secretária da Educação, Valéria Aquino.  É interessante também salientar que tal Coletivo  é uma ponte para organizar grupos de mulheres para participar do Encontro Nacional do Mulherio das Letras que será realizado em outubro na Paraíba com mulheres de todo Brasil

 

 

 

 

 

O Mulherio das Letras é um coletivo de mulheres diretamente interessadas na expressão pela palavra escrita ou oral e ligadas à cadeia produtiva do livro.
O objetivo é proporcionar trocas entre mulheres escritoras e ligadas ao universo das letras, para que possam se fortalecer como pensadoras da contemporaneidade, sentirem-se acolhidas, fazerem trocas criativas e batalharem por metas a serem definidas em conjunto.
O movimento nasceu de uma conversa informal entre escritoras e já rendeu um I Encontro Nacional, em João Pessoa (PB), em 2017, que reuniu quinhentas mulheres em rodas temáticas de diálogos, saraus, lançamentos de livros, performances poéticas, durante cinco dias. Em novembro de 2018 aconteceu o II Encontro Nacional do Mulherio das Letras, no Guarujá, em São Paulo.
Discussões permanecem no grupo no Facebook, criado para livre expressão. Escritoras, mulheres envolvidas com a produção literária.
Link do grupo: https://www.facebook.com/groups/601979220008314/

TOP ∧

Revista InComunidade, Edição de Abril de 2019


FICHA TÉCNICA


Edição e propriedade: 515 - Cooperativa Cultural, ISSN 2182-7486


Rua Júlio Dinis número 947, 6º Dto. 4050-327 Porto – Portugal


Redacção: Rua Júlio Dinis, 947 – 6º Dto. 4050-327 Porto - Portugal

Email: geral@incomunidade.com


Director: Henrique Dória       Director-adjunto: Jorge Vicente


Revisão de textos: Filomena Barata e Alice Macedo Campos

Conselho Editorial:

Henrique Dória, Alice Macedo Campos, Cecília Barreira, Clara Pimenta do Vale, Filomena Barata, Jorge Vicente, Maria Estela Guedes, Maria Toscano, Myrian Naves


Colaboradores de Abril de 2019:

Henrique Dória, Adán Echeverría, Adelto Gonçalves, Alexandra Vieira de Almeida, Alexandre Brandão, Amoi Ribeiro, Angelo Abu, Caio Junqueira Maciel, Camila Olmedo, Carlos Alberto Gramoza Vilarinho, Carlos Emílio Faraco, Humberto Guimarães, Carlos Matos Gomes, Cássio Amaral, Constâncio Negaro, Danyel Guerra, Deisi Scherer Beier, Delalves Costa, Eduardo Wotzik, Hélio Aroeira, Henrique Prior, Jesús Fuentes, José Arrabal, José Gil, Leila Míccolis, Marcelo Frota, Marcia Kupstas, Marcus Groza, Maria Alice Bragança, Marinho Lopes, Moisés Cárdenas, Mulherio das Letras, Patrícia Porto, Paulo Loução, Ricardo Ramos Filho, Rocío Prieto Valdivia, Viviana Bosi


Foto de capa:

MARC CHAGALL, 'Crucificação branca' (1938)


Paginação:

Nuno Baptista


Os artigos de opinião e correio de leitor assinados e difundidos neste órgão de comunicação social são da inteira responsabilidade dos seus autores,

não cabendo qualquer tipo de responsabilidade à direcção e à administração desta publicação.

2014 INCOMUNIDADE | LOGO BY ANXO PASTOR