ANO 5 Edição 75 - Dezembro 2018 INÍCIO contactos

Katyuscia Carvalho


Poemas II

ETNOLINHAGEM

 

da cintura pra baixo, eu sou equador

garganta acima, eco à dor

de não ser neta de bruxa alguma

mas carne da mesma

carne ameríndia

que algum tetravô violou

 

 

 

 

 

 

S I N I N H O

 

De todas as vezes que te proibiram a rua
e atiraram pedras na tua liberdade
.
e prenderam teu grito numa jaula
e que encobriram com ultrajes as cicatrizes do teu corpo
e te calaram o corpo
e reclusaram teus nãos
.
De todos os livros que queimaram contigo dentro
e de quando quiseste dançar e te tiraram o chão
e trouxeram beijos para as tuas feridas
e sermões, e flores mortas, e discursos morais
.
.
Tu : sangraste sozinha!
.
.
Por que então esperar empatia?

 

 

 

 

 

 

PEJANÇA

 

troncos nus imolados, perfurados
pulmões dos trópicos
.
nacarada a carne / amolada a dor
.
.
cunhãs ao longe
confins há séculos
o mundo sepultado em rés de rio
.
e a sede maldita semente
plantada que vinga
.
.
pra onde evadir o que não tem certidão
de existenciamento, madame sinhá / carcará dotô?
.
.
.                                          
.
quero como quem quer
ferir a pedra com um poema
.
como quem cisma em ser mais que cisco
no olho do algoz
areia desembestada sem lei na sua alpargata
.
tudo que ser fala contente não for

 

 

 

 

 

 

ECO OU CANTO AO CAMPO AGORA MINADO DAS SUPREMACIAS

 

o que sabem sobre terras sangradas até não mais a sombra,
não daria para cultivar um cacto sequer
.
.
e dos nomes abandonados à míngua, às próprias línguas extintas
até à carcaça, daria um sussurro?

.
.

[qual a profundidade do corte
de uma língua?
.
e em que idioma isso
se pode dizer?]

.
.

reexistiremos uma fala
para as feridas que puseram em nossas bocas
.
.
resistiremos em outras vozes depois de a grande tempestade
enrouquecer os séculos que nos silenciaram
.
.
não haverá sol onde se esconder
.
.
e não haverá reza branca em voz alta que suporte
o barulho do mar revolto em nossos pulmões

 

 

 

 

 

 

COURAÇAS

 

um corte de cana no mastro
outro na cruz
.
e então se veriam lascas
de abutres por todos os cascos
.
e então se leriam cacos
se agregando à portuguesagem das línguas
.
e farroupilhados
roucos
os velhos clérigos cassetetes abrasilados
.
.
um corte
.
de cana caiando
bandeiras de brancos
.
e tudo a gente tingindo de nãos
por todos os lábios
.
.
mas já nem se devolve à outra face
o que lançaram em nossos olhos
.
já não se enraivece tão fácil...
.
e sob o tacão da ordem dos caretas

segue a multidão vestindo couraças

 

 

Katyuscia Carvalho : Pernambucana de raízes e dialeto, nasceu com as águas de março de 77. Graduou-se em Letras. Lecionou intensamente enquanto viveu no Brasil. Emigrou por amor.
Tem poemas publicados em diversos revistas literárias brasileiras. Participou do projeto de exposição itinerante «Poesia Agora», e da antologia «Blasfêmeas: mulheres de palavras». O primeiro livro, «Vermelho Rupestre», foi publicado em 2015 pela Editora Patuá.

TOP ∧

Revista InComunidade, Edição de Dezembro de 2018


FICHA TÉCNICA


Edição e propriedade: 515 - Cooperativa Cultural, ISSN 2182-7486


Rua Júlio Dinis número 947, 6º Dto. 4050-327 Porto – Portugal


Redacção: Rua Júlio Dinis, 947 – 6º Dto. 4050-327 Porto - Portugal

Email: geral@incomunidade.com


Director: Henrique Dória       Director-adjunto: Jorge Vicente


Revisão de textos: Filomena Barata e Alice Macedo Campos

Conselho Editorial:

Henrique Dória, Alice Macedo Campos, Cecília Barreira, Clara Pimenta do Vale, Filomena Barata, Jorge Vicente, Maria Estela Guedes, Maria Toscano, Myrian Naves


Colaboradores de Dezembro de 2018:

Henrique Dória, Adán Echeverría, Adelto Gonçalves, Alexandra Vieira de Almeida, Alicia Salinas ; Rolando Revagliatti, entrev., André Caramuru Aubert, André Nigri, Beatriz H Ramos Amaral, Caio Junqueira Maciel, Casé Lontra Marques, Cecília Barreira, David Sarabia, Eduard Traste, Eliana Mora, Fernando Andrade, Francisco Orban, Geovane Monteiro, Helena Barbagelata Simões, Henrique Dória, Ivy Menon, Jandira Zanchi, Jorge Bateira, Jorge Castro Guedes, José Antonio Abreu de Oliveira, Katyuscia Carvalho, Krishnamurti Goés dos Anjos, Leila Míccolis, Leonardo Almeida Filho, Lino de Albergaria, Luiz Otávio Oliani, Luiz Roberto Guedes, Maria Emília Lino Silva, Marinho Lopes, Narlan Matos, Ramon Carlos, Ricardo Ramos Filho, Rita Faleiro, Rocío Prieto Valdivia, Salomão Sousa, Silas Correa Leite, Taise Dourado


Foto de capa:

Tríptico do pintor alemão George Grosz


Paginação:

Nuno Baptista


Os artigos de opinião e correio de leitor assinados e difundidos neste órgão de comunicação social são da inteira responsabilidade dos seus autores,

não cabendo qualquer tipo de responsabilidade à direcção e à administração desta publicação.

2014 INCOMUNIDADE | LOGO BY ANXO PASTOR