ANO 4 Edição 63 - DEZEMBRO 2017 INÍCIO contactos

Cláudia Cassoma


Dois textos

ASSOALHO DA MINHA TERRA

 

nos pós avermelhados
sobre negras cassumunas
pegadas de homens desnudos
marcas de diferidas alegrias

nas cascas crocantes do salalé
vida que já não se vê
manchas daquele cabaré
moço feio que queria me ter

nos buracos das estradas recentes
carros ferozes como em moça antes virgem
vão em corpos luzentes
desafiando quem por trás vem

nas fortes correntes da Ilha de Luanda
promessas de um velho amor
confundidas entre as muitas águas
gotas quentes de dor

no sopro violento de cacimbo
apertos de uma noite acompanhada
lembranças tatuadas pelo corpo
vestígios de uma boa kizombada

nos céus abafados
conversas de um dia
mancebos mal falados
cantares de uma amiga

do escuro à fogueira
contos de velha era
senhores orgulhosos abraçados à vida
jovens curiosos, saber como saída

no saltar pávido do gafanhoto
sobre o calor do cafucufucu
partes d’uma infância bem alegre
prova de que jamais será presente

coisas no chão da minha terra
vida que me definia
então marcas
museu dos meus dias

 


 

do livro “Pretérito Perfeito”

 

LONGAS TARDES NO LUPANGO

 

o cantar desafinado do cabrito
aclamava mais um daqueles momentos
na perversa risada do primo
antecipação do enlevo dos bojos

 

tias e primas
espalhavam o odor de suas cavernas
em panos com mijos alheios
enquanto lavavam os pipinos

 

já se levavam aos momentos de olhos trancados
antes mesmo do espreitar do segundo astro
entre as baixas paredes da estirpe

 

das longas tardes no lupango
histórias só de narrar
selo de uma conta a jamais reembolsar

 


 

do livro “Pretérito Perfeito”

 

 

Cláudia Cassoma é jovem angolana, nascida em Luanda, mergulhada na arte de escrever desde tenra idade. Música, canto, teatro, dança, foram (são) outros dos seus devaneios; hoje, além de estudante, amante das letras e dos menores, vive crendo que "o voluntário ajuda quem precisa, contribuindo para um mundo mais justo e mais solidário", e dedica qualquer hora vaga ao trabalho social. Entre as coisas que lhe alegra fazer está a edição do seu blogue; visitar www.claudiacassoma.com é garantia de conhecer melhor esta emergente escritora.

 

TOP ∧

Revista InComunidade, Edição de Dezembro de 2017


FICHA TÉCNICA


Edição e propriedade: 515 - Cooperativa Cultural, ISSN 2182-7486


Rua Júlio Dinis número 947, 6º Dto. 4050-327 Porto – Portugal


Redacção: Rua Júlio Dinis, 947 – 6º Dto. 4050-327 Porto - Portugal

Email: geral@incomunidade.com


Director: Henrique Prior       Director-adjunto: Jorge Vicente


Revisão de textos: Filomena Barata e Alice Macedo Campos

Conselho Editorial:

Henrique Prior, Alice Macedo Campos, Cecília Barreira, Clara Pimenta do Vale, Filomena Barata, Jorge Vicente, Maria Estela Guedes, Maria Toscano, Myrian Naves


Colaboradores de Dezembro de 2017:

Henrique Prior, Beatriz Leal, Bruna Mitrano ; Natasha Felix, Caio Junqueira Maciel, Carlos Orfeu, Carol Piva, Cecília Barreira, Cinthia Kriemler, Cláudia Cassoma, Eduardo Waack, Flávia Fernanda Cunha, Gil Cleber, Henrique Dória, Hermínio Prates, Jean Narciso Bispo Moura, José Ángel Valente ; Sandra Santos, trad. e org., José Gil, Laís Barros Martins, Laura Szwarc ; Rolando Revagliatti, Maria Amélia Elói, Maria Estela Guedes, Marinho Lopes, Moisés Cárdenas, Ricardo Ramos Filho, Rosângela Vieira Rocha, Saulo Henrique Nunes


Foto de capa:

'Natividade', de PAULA REGO (2002)


Paginação:

Nuno Baptista


Os artigos de opinião e correio de leitor assinados e difundidos neste órgão de comunicação social são da inteira responsabilidade dos seus autores,

não cabendo qualquer tipo de responsabilidade à direcção e à administração desta publicação.

2014 INCOMUNIDADE | LOGO BY ANXO PASTOR