ANO 4 Edição 50 - NOVEMBRO 2016 INÍCIO contactos

Alice Macedo Campos


Recensão crítica ao livro “Dramas de Companhia”, de André Domingues

 

Há leituras que nos proporcionam a sensação de uma rota migratória, isto é, primeiro transformando-nos em aves, e depois levando-nos em pleno voo a novos lugares de abrigo e alimento. Há também livros em que intencionalmente o autor bordou certas palavras com a finalidade de chegar ao âmago, libertando assim uma pérola há muito escondida. Nos 'dramas' que o André Domingues nos apresenta, predomina um elemento humano inequívoco, quase idêntico ao da afirmação de que não se pode fazer uma floresta sem árvores. Ficamos desde o princípio a saber que o seu nome 'não é sereno'. No entanto, são raros os que fazem da inquietação literatura. A necessidade de ficção irrompe das páginas com graciosidade, pelo que, apesar da invulgaridade dos cenários, nos sentimos enquadrados, reconhecendo naquele o nosso mundo.

'Os olhos mordem o corpo e as mãos são úteis e vulgares'. Associei este verso à metáfora bíblica da existência. Não tivesse Adão mordido a maçã que Eva lhe dava, teria bastado que a mordesse com os olhos? Poderemos dizer que o olhar de André mastiga? Usando palavras suas, poderemos dizer é 'um homem saído da normalidade'? Que filme passa, se passar o filme da sua vida? Gosto de livros que levantam interrogações. Se a vida é uma grande pergunta de resposta ainda incompleta, este livro é uma boa pergunta. É essencial que se escreva para mudar de assunto. Lá fora, estão os dias como carros uns atrás uns dos outros numa fila implacável. Mas, cá dentro, quando lemos, somos verdadeiramente livres. A título pessoal, acrescento ter ficado especialmente fascinada com a 'insónia do perpétuo' (pág. 37).

 

Alice Macedo Campos nasceu em maio de 1978, em Penafiel.
Publicou três livros de poesia, 'o ciclo menstrual da noite', em 2008; 'um cão em cada dedo', em 2010, e 'a mulher sus.pensa', em 2012.

TOP ∧

Revista InComunidade, Edição de NOVEMBRO de 2016


FICHA TÉCNICA


Edição e propriedade: 515 - Cooperativa Cultural, ISSN 2182-7486


Rua Júlio Dinis número 947, 6º Dto. 4050-327 Porto – Portugal


Redacção: Rua Júlio Dinis, 947 – 6º Dto. 4050-327 Porto - Portugal

Email: geral@incomunidade.com


Director: Henrique Prior       Director-adjunto: Jorge Vicente


Revisão de textos: Filomena Barata e Alice Macedo Campos

Conselho Editorial:

Henrique Prior, Alice Macedo Campos, Cecília Barreira, Clara Pimenta do Vale, Filomena Barata, Jorge Vicente, Maria Estela Guedes, Maria Toscano, Myrian Naves


Colaboradores de NOVEMBRO de 2016:

Henrique Prior, Adriana Henriques / José Carlos Gonçalves Peixoto, Adriane Garcia, Alberto Pucheu, poeta. Apresentação de Myrian Naves, Alberto Lins Caldas, Alexandre Guarnieri, Alice Macedo Campos, Alice Macedo Campos / Professor Vítor Neves, Amadeu Carvalho Homem, António Vilhena, Carlos Barbarito, Carlos Matos Gomes, Cecília Barreira, Cláudia Cassoma, Dagmar Braga, Danyel Guerra, Federico Rivero Scarani, Gabriela Rocha Martins, Gociante Patissa, Guilherme Preger, HENRIQUE DÓRIA com MARIA LETÍCIA DE MELO, Hilton Fortuna Daniel, Inês Amaral, Joaquim Cardoso Dias, Joaquim Maria Botelho, Laura Avelar Ferreira, Luis Alberto Alves, Luis Fernando, Maria Leonardo Cabrita, Maria Toscano, Marinho Lopes, Moisés Cardenas, Mônica de Aquino, Natália Nunes Bonnaud, Rosa Sampaio Torres, Rui Fidalgo, Silas Correa Leite, Silvana Guimarães, Susan Pensak, Viviane de Santana Paulo, Yorgos Rouvalis


Foto de capa:

Paisagem (A Lebre), 1927 - Joan Miró


Paginação:

Nuno Baptista


Os artigos de opinião e correio de leitor assinados e difundidos neste órgão de comunicação social são da inteira responsabilidade dos seus autores,

não cabendo qualquer tipo de responsabilidade à direcção e à administração desta publicação.

2014 INCOMUNIDADE | LOGO BY ANXO PASTOR