ANO 3 Edição 32 - MARÇO 2015 INÍCIO contactos

Ana Farrah


POEMAS

 

ORATÓRIO

 

Eu te cego, tu me esticas a mão,
iremos juntos, mancos, até o olho mais próximo,
então tu me cegas. e eu te estico a mão.
De dentro do olho daremos tiros de chumbinho para o alto,
em alvoroço e comemoração frenética.
A loucura já não nos basta.

 

UMIDADE

 

Madrecita já te disse, que meu homem,
se não for esse vai ser outro
igualzinho
de barba e cabelo em desgrenho nítido
uma cara assim, mal lavada,
um olho de milênio e pouca vontade de (a)mar
gosto assim, desse olhar blasé
que não só já viu quase tudo mas acha tudo tão déjà vu
mesmo antes de ver

 

Eu gosto é do gasto.

 

FALTA

 

quase morro (e não vejo tudo) tenho uma síncope uma febre delirante culpa dessa fome uma fome maior que a do jejum uma secura desértica que é sede de gente um oco buraco negro que ultrapassa a borda desse corpo o meu tão incompleto e aleijado sobra de vazios e partes faltantes (o corpo do outro) pra tapar o sol das minhas carências todas com uma peneira mais que furada.
Eu não me basto.

 

A HORA LINDAMENTE INCERTA

 

É de um maquiavelismo essa estratégia,
porque a minha culpa só não é maior que o meu prazer.
Ando fazendo maldade, coisa de gênio mancomunado
com o mais profundo do mal,
aquele lado C que todo mundo esconde,
um lado humano esquecido pela moral,
um lado que, no fim, pode te trazer à tona,
à vida, a um grau de adrenalina incomensurável.
Eu sou má, eu não presto.
É de um maquiavelismo genial,
de uma genialidade demoníaca.
Serei engolida pelo meu remorso
e ninguém haverá de entender ou perdoar.
Eu há muito já paguei minhas dívidas emocionais.
Tudo está bem comigo. Tudo lindamente encaminhado.
Eu ainda não aprendi a me arrepender.

 

DA AUTO-HIPNOSE PROGRESSIVA

 

coloca um objeto no altar
e jura que ele é teu
santinho de rezar
cai de quatro em idolatria cega
pensa em anulação, em desespero
e trabalha
no endeusamento do outro
pronto.
zerou a personalidade,
comece a agir feito zumbi

 

ANA F

 

Ofereço (me): serviço de ponta, pagamento a combinar
[em ponta de faca].
Lavo bem, passo (por cima) e ponho fogo.
Faço também omelete e massagem.
Atende em domicílio: homens, mulheres, casais,
ou [quem dá mais?]
Tratar aqui, no pé do ouvido.
Ou no terreiro, com Salomé.

 

PASSA RÁPIDO

 

Eu me mostro assim, um tanto,
por ser tão
fratura exposta
a me sangrar toda
é a minha verve
assim, de se esvair
tenho pressa, sou urgente
derrame sem estanque.
Agradeço a ti, pela coragem de ter
andado por aqui
sem se cortar.

 

PROCURA-SE

 

gente que sente, que não se contém, que explode de emoção
adictos em dopamina, com predileção por estados mórbidos
de paixão e sentimentos tortos

 

Precisa-se
gente de alma espontânea, limpa, inteira
aberta a demonstrações públicas de afeto
e exposição ao ridículo sem medo

 

Prefere-se
quem curte uma putaria,
gente sem vergonha de dizer palavrões
ou sentir secreções,
com experiência em fetiches impróprios
e práticas sado-masô

 

Exige-se:
que seja visceral pra chorar, rir e beber
que esteja pronto pra tudo o que ninguém imagina
e deixe a inocência na pior esquina.
Paga-se mal, mas diverte-se bem.

 

Ana Farrah é gaúcha da leva de 81, ano do Galo. Leu muita bula de remédio, vê poesia onde não tem e escreve desde sempre. Escorpiana caverninha, tem um autismo brando. E isto avança. Tem escritos no blog.:
 http://bonecaquebrada.blogspot.com.br/
E-mail: anafarrah18@hotmail.com.
Mostra a cara aqui: https://www.facebook.com/anafarrah.baunilha.

TOP ∧
2

CONTACTOS


Revista InComunidade

Edição de Março de 2015


Director:

Henrique Prior

Directora-adjunta:

Júlia Moura Lopes

Email: geral@incomunidade.com


Revisão de textos:

Júlia Moura Lopes


Editor:

515 - Cooperativa Cultural, CR

ISSN 2182-7486


Propriedade:

515 - Cooperativa Cultural, CR

Rua Júlio Dinis número 947, 6 Direito, 4050-327.

Porto - Portugal


Redacção:

Rua Júlio Dinis número 947, 6 Direito, 4050-327.

Porto - Portugal

Email: geral@incomunidade.com




Conselho Editorial:

Clara Pimenta do Vale, Floriano Martins,

Henrique Prior, Jorge Vicente, Júlia Moura Lopes e Maria Estela Guedes.



Colaboradores de Março de 2015:

Ana Farrah, Carlos Matos Gomes, Cecília Barreira, Enrique Gómez Carrillo, Filomena Barata,

Floriano Martins, Francisco Cabanillas, Henrique Prior, João Pedro Cesariny Calafate, Jorge Mendes,

Jorge Vicente, José Servo, Julião Bernardes, Ludwig Zeller, Omar Castillo,

Veronica Cabanillhas Samaniego, Vladir Rocha.


Foto de capa:

Clara Pimenta do Vale


Paginação:

Nuno Baptista

Os artigos de opinião e correio de leitor assinados e difundidos neste órgão de comunicação social são da inteira responsabilidade dos seus autores,

não cabendo qualquer tipo de responsabilidade à direcção e à administração desta publicação.

2014 INCOMUNIDADE | LOGO BY ANXO PASTOR