Cultura

Retratos poéticos do mundo | Zâine Brockmeyer-Barbosa

A artista Zâine Brockmeyer Barbosa esteve em várias localidades para realizar o projeto “Retratos Poéticos do Mundo” que liga as cidades com o mundo, ou seja, a artista recolhe impressões pontuais dos lugares e as universaliza criando imagens únicas lúdicas que mesclam tanto suas impressões e sentimentos pessoais quanto a história e o espirito do local.

 

A série de retratos de paisagens urbanas retrata geralmente paisagens de diferentes cidades, numa expressão de composição cultural única representadas de forma invulgar e pictórica.

 

Depois de visitar a cidade para experimentar a sua atmosfera e recolher impressões e esboços, a pintora retira-se em seu estúdio em Berlim a fim de registrar suas impressões em forma artística.

 

As obras 

 

As obras são de diferentes tamanhos e retratam a cidade de uma forma poética. Para sua arte urbana são utilizadas técnicas PopArt. Diversos são os materiais utilizados: tinta acrílica, nanquim e fine-liner e colagens sob papel e tecidos.

 

(Priscilla d’El Rei Lopes)

 

Mural em Hohen Neundorf und Birkenwerder, Berlim, Alemanha, acrílico sobre muro, 600 x 325 cm

 

Basílica de Berlim, Alemanha, Acrílico sobre o papel, 15 × 25 cm

 

Casa de eventos Dublim, Irlanda, Acrílico sobre o papel, 15 x25 cm

 

Cidade antiga e porto de Stavanger, Noruega, Acrílico sobre o papel, 15 x25 cm

 

Cuiabá, Mato Grosso, Brasil, óleo sobre tela, 70 x 60 cm

 

Barcelona, Espanha

 

Bruxelas, Bélgica

 

Fotografia: Vanessa Domingues Silva

Contato da galeria online: VanNessArts.com

E-mail contato: Zainebrockmeyer@t-online.de

 

 

Zâine Brockmeyer-Barbosa nasceu em Ponte Branca no Mato Grosso, mas vive na Alemanha há 30 anos, em Berlim desde 2005, onde tem o seu atelier. É licenciada em Belas Artes pela Academia de Belas Artes de Berlim e já expôs o seu trabalho em diversos países como Alemanha, Portugal, Brasil e Bélgica. A pintora é uma observadora itinerante com uma linguagem poética de cores e formas que revela tanto as suas origens latino-americanas como as influências de artistas europeus como Miró, Chagall e Hundertwasser.Todas as suas obras são belas colagens que, apesar de aparentemente ingénuas, são profundas e repletas de mensagens ocultas. Zâine gosta de captar rapidamente as impressões de novos lugares por descobrir e, a partir daí, desenvolve o seu fascinante, muitas vezes misterioso e pitoresco diário de viagem. O seu projeto Retratos Poéticos do Mundo está em curso desde 2015 e já visitou 32 cidades em 2 continentes, por exemplo Atenas, Praga, Joinville, Cuiabá, Bruxelas, Barcelona entre outras e continua sendo ampliado até alcançar a todos os 5 continentes.

Qual é a sua reação?

Gostei
0
Adorei
5
Sem certezas
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Artigo:

0 %