Sociedade

Economia dos Emirados Àrabes: as empresas de navegação de drones | Faysal Rouchdi

Quando falamos sobre a economia dos Emirados Árabes, consideramos sobretudo o petróleo, que é uma riqueza nesses países; podemos evidenciar também o seu desenvolvimento na utilização das energias advindas dessa imensa produção petrolífera. Agora, porém, é importante destacar o uso de drones por mais de uma empresa de navegação, que têm autorização dos governos dos Emirados. 

 

Musbah al Mesmari é o responsável pela Empresa de navegação de drones dos Emirados, fundada em 2019, que se estabeleceu primeiro nos Emirados Árabes Unidos com sedes em Dubai, Abudabi, Elkhaimaa e Alfujaira. Essa empresa de navegação de drones apresentou muitas utilizações desse equipamento, tais como: a direção de veículos, o uso na agricultura e na saúde.

 

O senhor Al Mesmari diz que a técnica na utilização dos drones auxilia ainda no setor econômico da produção e extração de petróleo, por meio do controle de instalações que existem no mar e em outros lugares de difícil acesso. Esta empresa faz um treinamento dos trabalhadores para o armazenamento e a segurança dos dados dos drones a serem utilizados. 

 

Os Emirados Árabes têm condições de produzir vários equipamentos industriais e também drones. Os drones têm, de fato, muitas funções importantes como, por exemplo, a de perceber o vazamento de gás e de apresentar uma visão noturna numa distância de 3km. O senhor Musbah al Mesmari afirmou que a sua empresa vai organizar competições de drones na cidade de Dubai e vai incentivar também as competições entre as escolas dos países dos Emirados. A finalidade dessas competições é formar equipes nos Emirados Árabes Unidos para participarem de fóruns internacionais.

 

 

Foto de Al Mesmari

 

 

Foto de Faysal Rouchdi

 

Faysal Rouchdi é tradutor do Árabe-Português, Mestre em Literatura Comparada e Doutorando em Literatura Portuguesa pela Université Mohammed-V Agdal. Escreve, mensalmente, artigos sobre Literatura Lusófona na revista de arte e cultura Turath, publicada nos Emirados Árabes Unidos.

Qual é a sua reação?

Gostei
0
Adorei
0
Sem certezas
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximo Artigo:

0 %